O aviso dado pela tragédia do Libano

O aviso dado pela tragédia do Líbano tem entre suas razões a demonstrar, a farça das religiões atuais que falam em nome de Deus não real, imaginário, a exemplo dos profetas de Baal desafiado por Elias, pois são idênticos a eles, adoradores de Baal, um deus de faz de conta, pois seus deus, sua religião nada pode por isso dizem…vamos esperar em Deus, ou na desesperança de “só por Deus”, pois Deus não está nela, e não está nela o Deus vivo, a Palavra viva, O que faz novas todas as coisas.

Os pastores dessas Igrejas adoram falar dos sonhos e imaginação de Deus, como os fábulas, ou as mitologias gregas, porque não põem em prática o que pregam, dai porque Deus avisou aos seus amigos, fazei tudo o que eles vos falam mas não os imiteis, pois, eles se juntam aos que elegem o dinheiro como salvação de tudo, isto é como seu deus, seu salvador, pois, a todo o instante investem em grandes campanhas de arrecadação, como se a Vida fosse coisa acumulável como um bem de posse e domínio, desprezando o sabor para eleger o sal que salga, transformando o Sagrado em entretenimento midiático ou televisivo na literal adoração de imagens e ilusionismo, até mesmo em culto de adoração a vaidade do próprio corpo, maculando-o templo de Deus, com tatoos, no gozo das ilusões do mundo, sob o nome de evangelizar (para a perdição) pela comunicação midiática, nas desorientações das almas vítimas de estelionato religioso.

Assim, foi dado um aviso no Líbano, pois enquanto o Mundo lamenta o sofrimento da pobre Nação, como resultado de suas negligências, isto é, de seus pecados, repetem o lamento da tragédia dos Galileus na Torre de Siloé, tentando justificar como pecado, a negligência deles como a razão de tamanha abominação na mistura do sangue dos galileus mortos aos sacrifícios feitos por Pilatos (Lc 13,-15).

E, o sinal dado a partir do fato de que aquele que tem pouco até mesmo o que tem lhe será tirado, ou seja, se você fala de Deus mas não dá o testemunho do que fala, Ele te vomitará, isto é, te rejeitará inteiro, por isso, da mesma forma o Senhor hoje pergunta ao Mundo: vocês acham que foram a negligência política que causou tudo isso? E por causa da culpa deles que aconteceu tudo isso? Pensais que trata-se de uma nação subdesenvolvidas por isso não são iguais a vocês, cabendo apenas dar esmolas para eles?

“Pensais que esses galileus eram mais pecadores do que qualquer outro galileu, por terem sofrido tal coisa? Digo-vos que não. Mas se vós não vos converterdes, perecereis todos do mesmo modo (Lc 13, 2-3).

Converterdes do que, se as religiões vivem a ilusão, o deus imaginário, sob uma ficção de uma sociedade celeste como pregada pela mitologia grega sobre os deuses no Olimpo, e não o Deus real, a Palavra Viva, o Sabor vivo?

A Vida é como a eletricidade, já que ela é Energia, por isso Ela tem o polo (+) que é a matéria – liturgia, que não por coincidência é um símbolo cristão, e o polo (–) que é o negativo, o escuro, a sombra coberta pelas asas de Deus (o culto, quase querendo dizer oculto), e esse negativo só pode ser ativado pelo Sabor que dá Vida, e esse ativador do Sabor se chama Verdade, assim, se o polo (+) não tem o Sabor, ele não ativará a Vida, e morrerá, ou seja, se ele não acolhe a Verdade e escolhe viver na ilusão, na mentira, ainda que professada por falsos pastores, acontecerá com ele a mesma coisa que os galileus mortos em Siloé, daí o aviso: Mas se vós não vos converterdes, perecereis todos do mesmo modo (Lc 13, 3).

Para isso, o Pastor chamou as suas ovelhas, e quem são as suas ovelhas reconhecem a sua voz e o seguem, isto é, chamou-as sob a forma de relâmpagos que atravessam do oriente para o ocidente [1], e por isso, real e não imaginário, dos confins do universo foi contemplada a salvação, hosana nas alturas, bendito o que vem em nome do Senhor, hosana nas alturas (hosana quer dizer a salvação que vem dos céus) está chamando o seu povo, mas eles não escutam, por isso, fala à Humanidade, a tragédia do Líbano é um aviso como disse o profeta Isaías:

“Já que este povo desprezou as águas de Siloé, que correm tranquilas, e desfaleceu diante de Rason e do filho de Romelias, o SENHOR fará vir sobre ele as águas do Eufrates, volumosas e violentas (o rei dos assírios com todo seu peso).

Ele vai subir em todos os córregos, transbordando por todas as margens, invadindo Judá, avançando e inundando e chegando até ao pescoço. Ao abrir as asas, vai cobrir toda a extensão da tua terra, Emanuel” (Is 8.5-8).

Não se iludam que inventarão vacina para criar o Sabor da tua alma capaz de garantir a tua passagem para as sombras de Deus, ou que enganarão a peste, e escaparão da mão do seu Senhor, pois dele é a autoridade no Céu e na Terra, Amém, e esmagará a torre dos homens que não são seus amigos, pois, falar de cordeirinho hoje é conversa dos lobos.

Referência

[1] LUCIO FILHO, Laurentino. A verdade nua e crua: aviso contra o mascaramento do homem e da Igreja https://youtu.be/71maH_N0G2A

Autor: Laurentino Lúcio Filho

Advogado na área cível-empresarial, há 26 anos, Mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital na linha da Semiótica Cognitiva com foco em formação docente e Professor Universitário nas graduações de Adminsitração, Gestão de Pessoas e Contabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *